Monthly Archives

julho 2016

13394117_1041586615934280_5993244706304947530_n

O QUE APRENDI COM O SONORA

By | blog | No Comments

O “Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras” é um festival que está sendo realizado de forma colaborativa em mais de 20 cidades em 6 países diferentes. Surgiu do anseio de mostrar e incentivar a força da mulher compositora, espalhando suas criações regadas a sensibilidade a quem quiser ouvir. A ideia de criar um festival foi da Larissa Baq, em consequência do movimento Mulheres Criando iniciado por Deh Mussulini. A ideia inicial foi expandida devido ao trabalho de diversas compositoras em várias cidades do Brasil e do exterior. De todas as experiências que foram compartilhadas até agora, foi unânime a energia indescritível durante o evento.  Eu fiquei responsável pelas edições de Lisboa e Dublin – onde não foi diferente. Depois dessa vivência maravilhosa, não poderia deixar de compartilhar com vocês algumas coisas que aprendi e relembrei:

1) Se desafiar a algo novo e maior pode ser assustador no início, mas é mais que necessário.

2) Não deixe uma ideia morrer porque os recursos não estão na sua mão naquele momento. Pense sempre em formas alternativas de realizá-la. Sair do caminho tradicional é sempre uma boa opção.

3) Não deixe uma ideia morrer devido ao tempo que levará para acontecer. Ele vai passar de qualquer forma.

4) O poder da rede é absurdo. Nós, como sociedade, podemos realizar absolutamente o que quisermos. Basta tomar a decisão.

5) Muitas pessoas só vão querer se envolver depois do trabalho pronto. As que estão dispostas a construir com você devem ser valorizadas, cuidadas e guardadas no coração.

6) Pedir ajuda é um bálsamo. Não precisamos saber ou dar conta de tudo.

7) Sempre poderia ser melhor ou pior.

8) Celebre as conquistas, seja grato e use-as como combustível para buscar o que ainda falta. Apegar-se ao vazio é sabotar-se.

9) Adaptar-se e reajustar os planos é imprescindível para a saúde mental.

10) Existem habilidades escondidas em vários cantinhos, esquinas e ruelas em nós. Só as descobriremos se nos expusermos às situações que as farão florescer.

11) Errar é ótimo. O quanto antes, melhor. Há de se ter os olhos abertos, pra perceber logo.

12) Todos estão minimamente querendo acertar. Ninguém (ou quase ninguém) sai de casa pensando “hoje vou rachar a cabeça ao meio, prejudicar a vida da galera toda e ter o pior dia da minha vida”.

13) A música fala de alma para alma. Desconheço algo com poder conector semelhante.

14) A simplicidade é a mais bela das coisas.

15) O universo feminino é mágico.

———————-

Agradeço a cada pessoa que colaborou para que esses dois eventos acontecessem. Sou também muito grata a todas as compositoras das outras cidades que se empenharam tanto para que esse sonho coletivo se tornasse realidade.

Para conhecer mais, ver as fotos, vídeos e notícias:

Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras

Sonora – International Cycle of Female Songwriters

———————